SPOLM 2013

De 15 a 16 de agosto de 2013, participei do XVI Simpósio de Pesquisa Operacional e Logística da Marinha (SPOLM 2013). Organizado pelo Centro de Análise de Sistemas Navais (CASNAV) com apoio da Escola de Guerra Naval (EGN), o SPOLM é um simpósio que tem por objetivo aproximar a comunidade acadêmica com a Marinha do Brasil.

SPOLM2013

Esta é a minha quarta [ou quinta, não me lembro mais :-)] participação, sendo que já apresentei trabalhos por duas vezes. Um congresso que recomendo a todos, sempre que possível.

A minha participação sempre tem foco na sessão de metaheurísticas, pois diversas aplicações com usos de redes neurais e algoritmos evolutivos são sempre apresentados.

Parabéns aos organizadores do SPOLM e à Marinha do Brasil pelo ótimo evento e até o ano que vem!

Wikipedia Books

Descobri recentemente uma ótima maneira de obter vários artigos da Wikipedia em um único PDF!

Wikipedia:Books

Não sei exatamente a quanto tempo esta ferramenta está disponível, mas já me aproveitei dela para baixar todo o material sobre Free and Open Source Software.

É claro que este documento é estático, e não acompanha toda a dinâmica da Wikipedia, mas é uma boa opção para a leitura off-line de todo o material relacionado a um assunto em comum.

Achei uma boa iniciativa.

🙂

Reunião com IRD

No dia 17 de julho, recebemos a visita de representantes da Embaixada Francesa e do Institut de recherche pour le développement (IRD).

Na reunião ficou acertada a colaboração entre o IRD e o Projeto ForestWatchers para a submissão de uma proposta de financiamento pelo período de 3~4 anos, com valor aproximado de 400 000 €.

Estamos torcendo para o sucesso desta nova empreitada!

ForestWatchersNet

Artigos lidos

Finalmente após algum tempo de luta terminei a leitura do artigo Parallel metaheuristics: recent advances and new trends” de Alba, Luque e Newsmachnow (2012). Um review obrigatório para os estudantes de otimização estocástica baseada em metaheurísticas paralelas (o meu caso).

Além deste artigo incluí a leitura de mais dois artigos prévios do Prof. Alba: Parallel evolutionary algorithms can achieve super-linear performance” (2002) e Evaluation of parallel metaheuristics” Alba e Luque (2006).

O artigo de 2002 apresenta uma nova taxonomia para speedups em meta-heurísticas paralelas que adotarei a partir de agora, pois assim posso explicar o speedup superlinear que obtive no meu parallel Firefly Algorith with Predation (pFAP) [vide minha tese de doutorado]. A taxonomia do Prof. Alba é apresentada abaixo:

  1. Strong speedup
  2. Weak speedup
    1. Speedup with solution-stop
      1. Versus panmixia
      2. Orthodox
    2. Speedup with predefined effort

Com esta nova taxonomia, o speedup superlinear é explicado em termos de fatores de implementação, numérico ou físico (este último já é a minha explicação adotada).

Problemas no treinamento das redes neurais

Na última sexta-feira, 17/05/2013, ao discutir com o coordenador do ForestWatchers os resultados da aplicação das redes neurais no novo BestTile, notamos que o mosaico obtido não era tão bom quanto o esperado.

Notamos que, muito provavelmente, houve uma pequena falha no treinamento da rede. Ou melhor, a falha ocorreu na preparação dos dados apresentado à rede. Apesar de ter sido feita a correta apresentação aleatória dos padrões durante as diversas épocas de treinamento, notamos que também deveria ter sido feita uma “mistura” nos dados em colunas.

No final das contas, ao não termos feito essa “mistura”, ocorreu o caso onde um dia em particular não foi selecionado nenhuma vez como verdade canônica por parte dos voluntários. Isto, muito provavelmente, acabou levando a rede a aprender uma regra que não existe. No meu entendimento, a rede acabou aprendendo a nunca selecionar, neste caso, o quarto dia. O que é claro não é bom.

Segunda-feira, então, começa a saga para tentar corrigir este problema. Será que o uso de Redes Neurais Artificiais realmente é necessário para simular a aplicação BestTile?

🙂

Apresentação na UFRJ/Xerém

Apresentei ontem, 16/05/2013, no polo universitário de Xerém, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), os principais resultados de minha pesquisa em técnicas de inteligência computacional aplicadas a problemas inversos.

O foco foi dado ao Multiple Particle Collision Algorithm (MPCA) e ao parallel Firefly Algorithm with Predation (pFAP), ambos métodos evolucionários desenvolvidos para uso em ambientes computacionais de alto desempenho.

O MPCA foi concebido para ambientes de memória distribuída, usando MPI, enquanto que o pFAP tem seu uso recomendado para ambientes de memória compartilhada, com OpenMP.

Problemas no download de imagens da NASA

O download das imagens disponibilizadas pela NASA (em particular os Subsets GEOTIFF do MODIS), parecem estar com algum problema. Ao usar o ‘wget’ para obter as imagens, a grande maioria delas não é concluída com sucesso. Aparentemente o servidor encerra a conexão antes do download ser concluído.

A alternativa em uso agora é fazer o download das imagens no formato JPG, com os descritores para geolocalização, e converter para GTIFF com a ajuda do GDAL:

$ gdal_translate -of GTiff input.jpg output.tif

Ótima apresentação no INPE

Hoje, 14 de maio, foi feita uma apresentação dos resultados de aplicação de técnicas de inteligência computacional, em especial redes neurais artificiais, nos dados do projeto ForestWatchers para o grupo de pesquisa do Dr. Haroldo F. Campos Velho.

Surgiram várias sugestões muito interessantes, que com certeza trarão novidades para o projeto.

Novo exercício global

Esta semana, o projeto ForestWatchers definiu uma nova área para a execução de um exercício global. A área, muito provavelmente será o estado de Roraima ou do Acre.

Este exercício global envolve a execução dos processos automáticos (baseados em redes neurais artificiais), de construção do mosaico para a área com menor cobertura de nuvem, e de estimação das áreas de floresta e não floresta.

ForestWatchersNet