De volta ao blog

Long time no see

Depois de algum tempo de blogar, vamos pegar no batente novamente para tentar manter a atualização dos trabalhos sempre on-line.

A maior novidade para o ForestWatchers é a sua nova interface, desenvolvida especialmente para lançamento no 3rd Citizen Cyberscience Summit.

Nos próximos posts, tentarei detalhar mais sobre a nova interface.

Agora, estou escrevendo o artigo de publicação. Fingers crossed!

Comparando resultados da RNA com PRODES

Nos últimos dias tenho trabalhado em scripts (em Python) para a comparação dos resultados gerados pela aplicação da Rede Neural Artificial versus os números disponibilizados pelo PRODES.

Além de comparar quantitativamente os números, também estou gerando uma imagem de diferenças, para uma avaliação mais qualitativa dos resultados.

Um problema encontrado, que sequer havia sido cogitado, mesmo nas entrevistas com os especialistas da Divisão de Processamento de Imagens do INPE, é a diferença do tamanho do pixel nas imagens da NASA.

Como assim diferença de tamanho? O pixel é a unidade básica que compõem uma imagem digital. Como pode haver diferença de tamanho?!?!

Bom, a diferença de tamanho se dá nas informações sobre o georreferenciamento da imagem. Quando eu digo diferença de tamanho, quero dizer que há uma diferença no tamanho projetado de cada pixel na superfície terrestre. Mesmo que os produtos da NASA sejam os mesmos (os subsets Rapid Response LANCE-MODIS), com as mesmas resoluções, os arquivos georreferenciados (GeoTiff) não possuem o mesmo tamanho de pixel! Mesmo que a projeção e todas as informações do DATUM sejam os mesmos, o tamanho do pixel não é!

Com a identificação deste problema pude fazer uma reprojeção dos resultados do PRODES e fazer uma comparação correta entre as imagens, mas antes disso os números estavam muito ruins.

Ainda desconheço a razão desta diferença, porém entendê-la, e principalmente saber que ela existe, é passo crucial para fazer uma comparação justa entre os resultados obtidos da aplicação da Rede Neural em uma imagem de um determinado subset e compará-lo com os resultados do PRODES.

Bom, vejamos como serão os próximos capítulos.

🙂

Reunião com IRD

No dia 17 de julho, recebemos a visita de representantes da Embaixada Francesa e do Institut de recherche pour le développement (IRD).

Na reunião ficou acertada a colaboração entre o IRD e o Projeto ForestWatchers para a submissão de uma proposta de financiamento pelo período de 3~4 anos, com valor aproximado de 400 000 €.

Estamos torcendo para o sucesso desta nova empreitada!

ForestWatchersNet

Problemas no treinamento das redes neurais

Na última sexta-feira, 17/05/2013, ao discutir com o coordenador do ForestWatchers os resultados da aplicação das redes neurais no novo BestTile, notamos que o mosaico obtido não era tão bom quanto o esperado.

Notamos que, muito provavelmente, houve uma pequena falha no treinamento da rede. Ou melhor, a falha ocorreu na preparação dos dados apresentado à rede. Apesar de ter sido feita a correta apresentação aleatória dos padrões durante as diversas épocas de treinamento, notamos que também deveria ter sido feita uma “mistura” nos dados em colunas.

No final das contas, ao não termos feito essa “mistura”, ocorreu o caso onde um dia em particular não foi selecionado nenhuma vez como verdade canônica por parte dos voluntários. Isto, muito provavelmente, acabou levando a rede a aprender uma regra que não existe. No meu entendimento, a rede acabou aprendendo a nunca selecionar, neste caso, o quarto dia. O que é claro não é bom.

Segunda-feira, então, começa a saga para tentar corrigir este problema. Será que o uso de Redes Neurais Artificiais realmente é necessário para simular a aplicação BestTile?

🙂

Problemas no download de imagens da NASA

O download das imagens disponibilizadas pela NASA (em particular os Subsets GEOTIFF do MODIS), parecem estar com algum problema. Ao usar o ‘wget’ para obter as imagens, a grande maioria delas não é concluída com sucesso. Aparentemente o servidor encerra a conexão antes do download ser concluído.

A alternativa em uso agora é fazer o download das imagens no formato JPG, com os descritores para geolocalização, e converter para GTIFF com a ajuda do GDAL:

$ gdal_translate -of GTiff input.jpg output.tif

Ótima apresentação no INPE

Hoje, 14 de maio, foi feita uma apresentação dos resultados de aplicação de técnicas de inteligência computacional, em especial redes neurais artificiais, nos dados do projeto ForestWatchers para o grupo de pesquisa do Dr. Haroldo F. Campos Velho.

Surgiram várias sugestões muito interessantes, que com certeza trarão novidades para o projeto.

Novo exercício global

Esta semana, o projeto ForestWatchers definiu uma nova área para a execução de um exercício global. A área, muito provavelmente será o estado de Roraima ou do Acre.

Este exercício global envolve a execução dos processos automáticos (baseados em redes neurais artificiais), de construção do mosaico para a área com menor cobertura de nuvem, e de estimação das áreas de floresta e não floresta.

ForestWatchersNet